Click here for Myspace Layouts

27 abril 2007

As tristezas da escrita


É no mínimo com um sentimento de revolta que assisto, impotente, ao desaparecimento de um dos melhores e mais interessantes suplementos semanais de que há memória nos últimos anos.
O magnífico do DN, editado por Nuno Galopim e João Lopes, desaparece do mapa cultural de fim de semana, para dar lugar à intressantíssima bolsa ou ao não menos importante futebol ou ainda a alarvidades da sociedade cor-de-rosa cá do burgo, mas diz que é o que vende...
Deve vender tão bem quanto a extraordinária notícia que li a no dia 17 de Abril na última página do dito jornal, ora observe:
"Um ciclista ficou ontem ferido quando foi colhido por um táxi na Avenida da Liberdade com Rua das Pretas, em Lisboa. NA sequencia da colisão, o vidro frontal do táxi ficou partido"
Lindo, não?
É sabido que o actual director do DN, já teve funções semelhantes no Correio da Manhã e se vender jornais a todo o custo é o que mais importa, parece-me que vai no bom caminho.
Qualquer dia nem para aliviar serve...

Pois, e assim vamos andando...!

5 comentários:

Anónimo disse...

É fácil censurar um jornal...Tanto quanto censurar (apagando...) comentários neste blog... Há amigos teus (pelo menos, um, ou uma, não sei) censurado/a aqui por ti. Saberás o que é a liberdade de expressão, ou no teu feudo mandas tu?

Lazpa Cllis disse...

Deixa-te de fitas, oh anónimo.
Mando eu, claro, era o que faltava...!
Já sabes que eu sou um ditador tirano da pior espécie.
E comentários construtivos agradecem-se, ou perante a ignomínia exposta pelo referido jornal não terás mais nada a dizer???

Anónimo disse...

Caro senhor,

uma amiga do meio da rádio indicou-me o seu blogue como exemplo de modernidade nos temas e na linguagem. Vim hoje aqui pela primeira vez e fiquei desapontada exactamente com o tom de mão na anca que utiliza. Parecido, aliás, com os caceteiros da política. Lamento ter de desapontar a amiga que mo recomendou. E, se é verdade que publica só o que quer, pode também suprimir este comentário. Creia-me sua ex-futura leitora.

Lazpa Cllis disse...

Cara ex-futura leitora, embora lhe possa assegurar que nada tenho em comum com os ditos "caceteiros da política", a mão na anca de quando em vez alivia. Lamento mas nada posso fazer quanto a isso,só faz falta quem fica.
Até sempre!

jorge disse...

ok, já vi os posts. No dos SS é k arranjaste uma amiga de alto gabarito. Tem é k frequentar umas aulitas de português.